Marcio

Inovação e Empreendedorismo na Computação: o papel dos eventos de Startups (entrevista com Marcio Jacson Dos Santos)

De 17 a 19 de Fevereiro de 2017 aconteceu o Startup Weekend na UDESC em Joinville/SC. Eu, Isabela, participei como mentora, e durante um final de semana, pude me envolver com essa experiência tão enriquecedora. Nessa ‘vibe’, convidei um dos organizadores do evento, Marcio Jacson Dos Santos, para essa nova entrevista. Obrigada Marcio Jacson pela sua participação!

Isa: Primeiramente gostaria que você contasse um pouquinho de você e de sua trajetória na área.
Marcio Jacson: Comecei a empreender muito cedo e logo aos 16 anos estava trabalhando com tecnologia da informação, sempre fui apaixonado por essa área. O que destaco na minha trajetória é ser “auto didata” até os 27 anos, e nesse ambiente atuava atendendo ao mercado com as demandas que eram latentes na época, porém gosto de destacar que o meu ingresso na academia aos 27 anos foi fantástico pois dei uma guinada na minha vida profissional e consegui transformar muito da teoria em prática e criei várias soluções que até hoje uma das minhas empresas mantém e dá suporte.

Isa: Que dicas você pode dar para os estudantes da graduação que possuem ideias inovadoras ou visam abrir seus próprios negócios?
Marcio Jacson: Coloquem a mão na massa, não tenham medo de arriscar nessa fase de sua vida! Como fazer isso? Participe de eventos de Startups para entender que empreender é muito prazeroso e que vale a pena! Temos agora em Abril um evento chamado colisões que ajuda os estudantes a entrar nesse mundo de startups e ver como é possível fazer muito mais do que imagina, mais informações basta acessar www.colisoes.com.br, também vamos ter outro evento em Novembro do Startup Weekend.

Isa: O que é o Startup Weekend e como ele pode contribuir para os profissionais da área?
Marcio Jacson: É um evento que ocorre em um final de semana, e tem como objetivo dar uma base importante para quem quer iniciar uma startup, onde em apenas 54 horas você poderá dar uma ideia para ser trabalhada ou se juntar a uma equipe e trabalhar na validação dessa ideia. Gosto de dizer que você chega sozinho e sai com uma ideia, muitos amigos e uma startup para dar seguimento.

Isa: Como as Universidades podem apoiar iniciativas como essa ou ainda engajarem seus estudantes para serem inovadores?
Marcio Jacson: Incentivando a participar de seminários e congressos, fomentando workshops com profissionais do mercado e eventos que seja possível colocar a mão na massa como o Startup Weekend ou o Colisões.

Isa: Para finalizar, que caminhos os estudantes podem seguir, que formação complementar (cursos, programas, etc)  ou ainda que livros e materiais são úteis e podem auxiliar os estudantes que queiram trilhar esse caminho do empreendedorismo?
Marcio Jacson: Quanto a cursos e programas deve estar alinhado com o seu sonho grande! Procure entender o que você quer de fato canalizar sua energia e se especialize sendo não menos que o melhor naquilo que você escolheu. E a recomendação de livro para quem deseja saber mais de Startups são dois livros, “Do Sonho a Realização em 4 passos” e “A Startup Enxuta”. Há e para não esquecer nunca é tarde para iniciar, temos muito mais tempo que imaginamos ter.

Mais informações sobre o Startup Weekend:
É uma rede global de líderes e empreendedores de alto impacto em uma missão para inspirar, educar e capacitar indivíduos, equipes e comunidades. Mais de 8.000 startups foram criadas nos eventos realizados em cerca de 100 países.

O Startup Weekend é um evento de imersão, uma experiência única onde empreendedores e aspirantes a empreendedores podem descobrir se suas ideias de startups são viáveis.Sua duração é de 54 horas ao longo de um fim de semana onde empreendedores, desenvolvedores, designers e entusiastas se unem para compartilhar ideias, formar equipes e criar startups. É o maior conjunto de eventos de startups do mundo, com edições realizadas em quase 500 cidades em todos os continentes.

Todos os eventos do Startup Weekend seguem o mesmo modelo básico: qualquer pessoa é bem vinda para expor a sua ideia de startup e receber feedback de outros participantes. São formadas equipes em torno das melhores ideias (determinadas por votação) e a partir daí são 54 horas de criação de modelos de negócios, programação, design e validação de mercado. O fim de semana termina com a apresentação dos projetos a empreendedores de sucesso em uma nova oportunidade para receber feedback.

Tudo começa na noite de sexta-feira, com o palco aberto para os participantes compartilharem suas ideias e inspirarem outros a se juntarem a seus times. As mais bem votadas são escolhidas. Durante o sábado e o domingo, os times se focam em encontrar um modelo de negócios e criar um produto viável mínimo, utilizando metodologias e ferramentas como Lean Startup, Business Model Generation e Desenvolvimento de Clientes. Durante a maior parte do tempo há mentores convidados à disposição dos participantes. No domingo, os times apresentam o que construíram e recebem retornos valiosos de jurados especialistas. No final os melhores são premiados.

Um pouquinho sobre nosso entrevistado:

Marcio Jacson Dos Santos, empresário desde os 19 anos com experiência de fundar 5 empresas, já vendeu 3 empresas e atua a 23 anos na área de Gestão e Tecnologia da Informação, Pós Graduado e especialista em Planejamento e Gerenciamento estratégico pela PUC-PR, Bacharel em Sistemas de Informação pela Sociesc, Técnico em Contabilidade e outras certificações em segurança e ambiente de TI e atualmente é investidor anjo, mentor de Startups, organizador de eventos de Startups e é Head Técnico na Fundação Softville.

Isabela Gasparini
Sobre Isabela Gasparini 7 Articles
Isabela Gasparini tem doutorado em Ciência da Computação pela UFRGS, com período sanduíche na TELECOM SudParis. É professora do Departamento de Ciência da Computação da UDESC e atua em dois programas de pós-graduação, o PPGCA - Programa de Pós-Graduação em Computação Aplicada e o PPGECMT - Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias. Atua na área de Interação-Humano Computador, trabalhando principalmente nos seguintes temas: adaptabilidade e personalização, avaliação de usabilidade, modelagem do usuário, acessibilidade, tecnologia educacional, sistemas de recomendação, sistemas cientes/sensíveis ao contexto, aspectos culturais, learning analytics e gamificação. Mais informações em: lattes.cnpq.br/3262681213088048