Clodis Boscarioli – múltiplo: docência, pesquisa, corrida, bike… desafios

Clodis Boscarioli, natural de Umuarama – Paraná. Atua nas áreas de Mineração de Dados, Interação Humano-Computador e Educação em/por Computação.

Perfil

Nome completo: Clodis Boscarioli

Data de nascimento: 31/07/1973

Onde mora: Cascavel/PR

Formação: Bacharel em Informática (1996) pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Especialista em Ciência da Computação (1999) também pela UEPG, Mestre em Informática (2002) pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Doutor em Engenharia Elétrica (2008) pela Universidade de São Paulo (USP) e Especialista em Formulação e Gestão de Políticas Públicas (2008) pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) em parceria com a Escola de Governo do Paraná.

Atuação: Mineração de Dados; Interação Humano-Computador e Educação em/por Computação.

Eu sou a Cara da Computação: Como você escolheu a área de Computação?

Clodis: Eu tinha facilidade nas matérias de Português e Matemática, minhas preferidas, mas não queria ser professor. Ao pensar em vestibular, na época, a ideia de computador, de novas tecnologias me fascinava. Acho que ser algo em expansão no começo da década de 90 foi o que me atraiu, pois já entendia Computação como sinônimo de desenvolvimento, desafios e mudanças. Só não imaginava que me tornaria professor e pesquisador, apaixonado pelo que faço.

Eu sou a Cara da Computação: Como é a sua vida além do curriculum vitae?

Clodis: Acho engraçado que por vezes algumas pessoas se surpreendem quando digo que sou da área de Computação (ou de Exatas em geral), como se tivesse um estereótipo padrão para atuar em nossa área. Fora do trabalho sou corredor (maratonista, ultramaratonista, trail runner). Gosto das corridas longas e desafiadoras, que procuro alinhar com viagens para conhecer novos destinos, pois amo viajar. Também pedalo (Mountain Bike e Speed) e faço cross training para fortalecimento muscular. Já fiz trekking em montanhas, já escalei, já pratiquei rapel, paragleider, bungee jumping e rafting, que não consigo fazer atualmente por falta de tempo e/ou por falta de opção na cidade onde moro…