Alan Turing e a Enigma

O filme O Jogo da Imitação (The Imitation Game) fez sucesso em 2014, sendo indicado a 8 Oscars, contando parte da vida de Alan Turing e um de seus mais incríveis feitos, a quebra da máquina Enigma [1].

enigma
Máquina Enigma

A Enigma foi uma máquina eletromecânica de criptografia usada pelos alemães na Segunda Guerra Mundial que “embaralhava” as mensagens que eram transmitidas para que os aliados não conseguissem nenhuma informação caso as interceptassem. A quebra da Enigma e as informações obtidas com isso são dois dos grandes fatores que levaram ao fim da guerra em 1945.

Alan Turing nasceu em Londres em 1912 [2]. Sempre teve preferência pela matemática e pela área de exatas e em 1934 se formou em Matemática pela King’s College em Cambridge [3]. Em 1939, logo no início da guerra, foi convocado para trabalhar no Government Code and Cypher School (GC&CS) em Bletchley Park [4].

Diferente do que foi retratado no filme O Jogo da Imitação, a máquina criada por Turing e sua equipe não se chamava Christopher e foi um trabalho colaborativo com outras equipes inspirado na máquina criada pelo polonês Marian Rejewski, chamada Bombe. Mais de 200 máquinas como essa foram construídas pelos britânicos nessa época.